Notícias

home » notícias

11 de Janeiro de 2018 às 07:52

Sindicato discute PAQ do BB com superintendência regional


Crédito: SEEB/CGMS

Campo Grande MS - Na última terça-feira (9), os diretores do Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região reuniram-se com os representantes da superintendência regional e da Gepes (Gestão de Pessoas) do Banco do Brasil para pedir esclarecimentos e discutir o andamento do PAQ (Programa de Adequação de Quadros). A reunião foi solicitada pelo sindicato e teve o intuito de colher mais informações com o propósito de identificar e mapear quais postos serão afetados na base sindical.

Representando o SEEB-CG, estiverem presentes o secretário de Assuntos Jurídicos e funcionário do BB, Orlando de Almeida Filho, e o secretário de Imprensa e Comunicação, José dos Santos Brito.

“Também discutimos especificamente a questão da movimentação da Plataforma de Suporte Operacional (PSO). O sindicato manifestou a sua contrariedade à movimentação dos caixas, pois entendemos que o atendimento à população e aos clientes já está precarizado por reestruturações que vivenciamos anteriormente”, afirmou Orlando.

Sem aviso prévio ou debate com a classe trabalhadora, o PAQ é uma continuidade da reestruturação que o Banco do Brasil vem sofrendo desde o final de 2016, onde mais de 9.400 trabalhadores foram desligados do banco, sem nenhuma garantia de reposição desse quadro, além do fechamento de mais 600 unidades de atendimento à população.

O sindicato solicitou que o processo seja conduzido da forma mais transparente possível e de modo pedagógico para que não haja dúvidas por parte dos bancários. A superintendência regional do BB não apresentou um levantamento local, mas os dirigentes sindicais vão continuar cobrando e acompanhando o programa.

“O sindicato vai acompanhar de perto essas movimentações para que não haja nenhum tipo de lesão aos direitos dos trabalhadores, entendemos e reafirmamos que não permitimos redução salarial e exigimos a manutenção desses trabalhadores em suas cidades”, finalizou Orlando.

 

Denuncie ao sindicato

Caso sofra pressão para aderir ao PAQ, o bancário deve denunciar ao sindicato por meio de um dirigente sindical, por meio do e-mail juridico@sindicario.com.br ou pelo WhatsApp (67) 99268-9975. O sigilo do denunciante é absoluto.

 

Fonte:  SEEB/Campo Grande MS - Assessoria


Notícias Relacionadas