Notícias

home » notícias

9 de Fevereiro de 2018 às 07:57

Bancários do Safra receberão PLR no dia 23

Instituição atendeu reivindicação do Sindicato; entidade representativa dos trabalhadores também garantiu, via negociação com o banco, pagamento 20% maior para todos na PLR adicional


Crédito: Reprodução

São Paulo - O Safra atendeu à solicitação do Sindicato e vai antecipar o pagamento da PLR aos bancários para 23 de fevereiro. Negociação entre a entidade representativa dos trabalhadores e o banco garantiu também 20% a mais no pagamento da PLR adicional a todos os trabalhadores.

> Sindicalize-se e fortaleça a luta em defesa dos direitos dos bancários

O banco é o segundo a atender à reivindicação do Sindicato de antecipação do crédito da segunda parcela da Participação nos Lucros e Resultados. O primeiro foi o Bradesco. De acordo com a Convenção Coletiva de Trabalho, as instituições financeiras têm até 2 de março para fazer esse crédito.

“Com o início da temporada de publicação dos balanços dos resultados de 2017, já é possível calcular os valores finais da Participação nos Lucros e Resultados”, afirma Ivone Silva, presidenta do Sindicato. “Estamos reivindicando de todos os bancos que façam a antecipação: eles podem e isso faz uma grande diferença na vida dos trabalhadores.”

> Assine o boletim eletrônico com notícias específicas do Safra

Valores – A PLR deve ser paga no valor equivalente a 90% do salário de setembro de 2017, acrescida a importância de R$ 2.243,58, limitado a R$ 12.035,71, ou a distribuição mínima de 5% do lucro líquido, até o limite de 2,2 salários ou R$ 26.478,75.  Desse montante, será abatida a parcela paga em 25 de setembro do ano passado. 

Cada bancário do Safra receberá 20% a mais na parcela adicional complementar à PLR que deverá totalizar 5.384,60. O teto estabelecido pela CCT é de R$ 4.478,16. 

É conquista – Os bancários foram a primeira categoria a conquistar o direito à PLR previsto na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), em 1995. A mobilização conjunta ao lado do Sindicato, na Campanha Nacional Unificada de 2007, garantiu o valor adicional à PLR. Além disso, desde 2013, os trabalhadores têm direito à PLR sem IR para determinados valores e, a partir destes, descontos progressivos.

Fonte: SEEB/São Paulo


Notícias Relacionadas