Notícias

home » notícias

1 de Novembro de 2018 às 11:08

Bancários do Posto do Banpará no Hospital Ophir Loyola foram mais uma vítima da insegurança


Belém PA - Ano após ano a palavra insegurança tem feito parte do cotidiano da categoria bancária no estado do Pará. Na manhã desta terça-feira (30) o alvo foi o Posto de Atendimento Bancário (PAB) do Banpará que funciona dentro do Hospital Ophir Loyola, no bairro de São Brás, em Belém, em pleno dia de pagamento dos servidores do hospital. Dois homens armados conseguiram entrar na unidade e renderam os bancários, conforme imagens registradas pelo circuito interno de TV. Segundo relatos, outros dois integrantes renderam o único vigilante do PAB e outros membros aguardavam do lado de fora em motos para realizar a fuga.

Ninguém ficou ferido durante a ação criminosa. Porém, devido ao susto, um bancário passou mal e precisou de atendimento médico no local. Logo que recebeu a informação do fato ocorrido, o presidente do Sindicato dos Bancários do Pará, Gilmar Santos e a dirigente sindical e funcionária do Banpará, Vera Paoloni foram imediatamente até a unidade para acompanhar o caso e prestar toda a assistência necessária aos bancários e bancárias. O Banpará também deslocou até o local representantes dos setores de assistência e saúde e de segurança.

O posto foi imediatamente fechado ao público e assim deve permanecer nessa quarta-feira (31), conforme orientação do Sindicato, tendo em vista que os funcionários da unidade serão submetidos a atendimento médico, psicológico e emissão da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT).

“É brutal a insegurança cotidiana na vida do trabalhador bancário, do trabalhador vigilante. Assaltantes entraram no hospital e não encontraram nenhuma barreira, nenhum obstáculo, chegaram facilmente ao posto, que não tem porta eletrônica com detector de metais, renderam o vigilante e levaram todo o dinheiro que estava nos caixas. Ainda bem que, aparentemente, estão todos bem. Mas é preciso ficar atento em qualquer futuro sinal de que alguma coisa na saúde dos colegas está fora da ordem”, destaca a diretora do Sindicato e funcionária do Banpará, Vera Paoloni.

De 1º de janeiro até ontem (30), o Sindicato dos Bancários do Pará registrou 53 ataques a bancos em todo o estado, sendo 35 consumados e 18 tentativas. Ano passado todo foram 71, sendo 40 consumados e 31 tentativas.

“Sabemos que em período de pagamentos de folhas salariais, sobretudo nesse período em que se aproxima o final do ano, a tendência sempre é de aumento de ações criminosas contra as unidades bancárias, o que exige um reforço das ações de segurança, seja por parte dos bancos, seja pelos órgãos de segurança pública. Porém, a segurança da categoria bancária, dos clientes e usuários dos bancos não tem feito parte das prioridades de ação nem dos bancos nem dos governos. Seguiremos na luta e na mobilização da sociedade em defesa de mais segurança, dentro e fora dos bancos”, enfatiza o presidente do Sindicato, Gilmar Santos.

Fonte: Bancários PA


Notícias Relacionadas