Notícias

home » notícias

12 de Janeiro de 2018 às 18:32

Aniversário da Caixa e de Belém é celebrado com dia de luta


Crédito: SEEB/PA

Belém PA - O dia 12 de janeiro é tradicionalmente um dia de festa e de luta para a população de Belém e para os empregados e empregadas da Caixa Econômica Federal. Isso porque a data marca o aniversário tanto da capital paraense quanto do banco público. E nessa sexta-feira não foi diferente. No dia em que Belém completa 402 anos de fundação, a Caixa comemora seus 157 anos e o Sindicato dos Bancários do Pará organizou um ato na manhã de hoje em frente ao Edifício Sede, em São Brás, para protestar contra os ataques golpistas do (des)governo Temer (PMDB/PSDB) e defender a Caixa 100% pública.

A manifestação teve bolo de aniversário, faixas, e distribuição de adesivos, balões, cartazes e carta aberta à população sobre a Campanha Defender a Caixa é defender o Brasil – Defenda a Caixa você também. Além dos dirigentes sindicais e dos bancários e bancárias da Caixa, o ato contou com presença de dirigentes da Contraf-CUT, Fetec-CUT Centro Norte, Apcef Pará, CUT Pará, do Movimento de Luta pela Moradia e de clientes e usuários do banco, que ao final cantaram parabéns à Caixa e à Belém e fizeram ecoar o grito de Fora Temer!

Lutar pela Caixa pública é lutar pelo Brasil

O presidente do Sindicato dos Bancários do Pará, Gilmar Santos, destacou a importância da luta pela Caixa 100% pública. “A Caixa tem um papel fundamental em relação aos programas sociais. Precisamos entender que há um golpe nesse país para entregar o patrimônio do povo aos interesses do capital e a Caixa Econômica vem sofrendo investidas ferozes do capital especulativo. Mas nós, juntamente com a categoria bancária e a população brasileira, defenderemos sempre a Caixa 100% pública, pela soberania nacional, pelos interesses do povo brasileiro, pelo Minha Casa Minha Vida, pelo Bolsa Família, pelo Fies, dentre outros programas”.

A vice-presidenta do Sindicato e empregada da Caixa, Tatiana Oliveira destacou a importância dos empregados e empregadas do banco estarem unidos e mobilizados na luta em defesa da Caixa 100% pública. “Somos cerca de 90 mil bancários e bancárias da Caixa que trabalhamos no dia a dia para construir e fortalecer essa instituição que é o maior agente de desenvolvimento social no país. Precisamos mostrar para esse governo golpista, para a direção do banco e para a sociedade que somos peça fundamental no desenvolvimento do país e no combate às desigualdades. São 157 anos de história e de lutas, não vamos nos curvar aos interesses de quem quer privatizar a Caixa”.

O presidente da APCEF Pará, Alberto Henrique, falou que a associação está ao lado do Sindicato para o que for preciso nesta luta em defesa da Caixa como banco público. “Todo brasileiro tem relação com a Caixa em algum momento da vida, seja pelo FGTS, pela compra de uma casa, uma aposta lotérica, enfim. A Caixa faz parte da vida do povo brasileiro, é um patrimônio nosso. Não vamos deixar que a Caixa seja privatizada. A Caixa é do povo! Por isso, conclamo todos os empregados do banco a ir às ruas na Campanha Nacional desse ano defender a Caixa pública e lutar pelos nossos direitos”.

Para Paulo Afonso, que integra a União Nacional pela Moradia Popular no Pará, a manifestação foi importante para esclarecer à população sobre os interesses que existem entre o governo Temer e a mídia pela privatização da Caixa. “A Caixa está presente nos 144 munícipios do Pará, seja com agência bancária, posto de serviço ou casa lotérica. Privatizar a Caixa, como querem o PMDB de Temer e a Rede Globo, por exemplo, significa prejuízos para a população paraense e para o Brasil. Por isso o nosso movimento é aliado do movimento bancário nesta luta”.

Fonte: Bancários PA


Notícias Relacionadas