Notícias

home » notícias

15 de Janeiro de 2021 às 11:19

GT Saúde Caixa foi instalado nesta quinta-feira (14)


A primeira reunião do Grupo de Trabalho (GT) Saúde Caixa aconteceu na tarde desta quinta-feira (14), por videoconferência. O objetivo do grupo é criar uma proposta de formato de custeio e de gestão, que passará pelo crivo da mesa permanente de negociação e, posteriormente, dos beneficiários, antes de entrar em vigor a partir de 2 de janeiro de 2022.

Nesta primeira reunião de apresentação, Fabiana Proscholdt, coordenadora do GT Saúde CAIXA e também da CEE/CAIXA, reforçou que o GT é fruto da negociação do Acordo Coletivo e tem como princípio a construção de consenso de proposta(s) para sustentabilidade e viabilidade do plano de assistência à saúde dos empregados. “E para que possamos construir propostas é imprescindível que tenhamos acesso a todas as informações do nosso plano”, advertiu.

Os representantes da Caixa informaram que será nivelado o conhecimento das informações do plano, mas para resguardar os dados, será assinado um termo de confidencialidade por todos os membros do GT. Além disso, a Caixa irá apresentar o relatório atuarial do Saúde Caixa do ano passado ao Conselho de Usuários até a próxima semana. Leonardo Quadros, representante dos empregados do GT Saúde Caixa, membro da CEE/Caixa e diretor da Fetec/SP, ressaltou a importância da divulgação das premissas no qual o relatório foi produzido. “Espero que tenhamos um grupo que, de fato, se debruce em soluções para que os empregados tenham um plano de saúde sustentável e acessível a todos, indistintamente. O plano tem que ser acessível independentemente de sua etapa na carreira dentro da empresa ou do momento de vida do colega”.

Os representantes dos empregados ressaltaram que vão manter uma comunicação com os usuários do plano de saúde para compartilhar informações sobre o andamento das negociações, respeitando o sigilo de dados e o acordo de confiabilidade entre as partes. “O Saúde Caixa para todos foi uma grande conquista do acordo coletivo. Como representantes dos trabalhadores, é essencial mantermos esta interlocução com todos os beneficiários do plano”, salientou Fabiana Proscholdt.

Sobre o Grupo de Trabalho

A instalação do grupo já estava sendo cobrada desde a assinatura do Acordo Coletivo, dada a importância que o Saúde Caixa tem para todos os empregados.

O GT deve apresentar um formato de custeio de gestão do Saúde Caixa até o dia 31 de julho de 2021 e, posteriormente, encaminhar o debate das propostas para Mesa Permanente. A Mesa deverá eleger a (as) melhor (es) alternativa (s) de custeio para o plano. Depois a proposta será encaminhada ao conhecimento dos empregados para votação até 31 de agosto de 2021. A mais votada será implementada até 2 de janeiro de 2022. O GT vai se reunir ordinariamente todas as quintas-feiras, das 14h às 16h. Não estão descartadas outras reuniões, caso necessário.

Os integrantes indicados pelos representantes dos empregados são: Fabiana Uehara, Leonardo Quadros, Sérgio Amorim, Alexandro Livramento, Lilian Minchin, Marilde Zarpellon e Márcia Krambeck.

Reabertura do Saúde Caixa

Depois de muitas reivindicações e longas negociações, a Caixa reabriu o Saúde Caixa no dia 8 de janeiro. Esta foi uma das maiores conquistas da Campanha Nacional dos Bancários de 2020 e está no Acordo Coletivo 2020/2022. Em 2019 foi lançada a campanha “Saúde CAIXA para Todos” para que todos os empregados fossem incluídos no plano de assistência à saúde. Nesta reabertura cerca de 03 mil empregados além de seus familiares devem entrar no Saúde Caixa. Saiba aqui como aderir.

O ACT 2020/2022 manteve os princípios de pacto intergeracional, solidariedade e mutualismo além do formato de custeio 70/30.


Fonte: Contraf-CUT


Notícias Relacionadas