Notícias

home » notícias

19 de Novembro de 2020 às 13:11

Contra demissões, Sindicato fecha agência do Bradesco em Taguatinga


A agência do Bradesco na Comercial Sul de Taguatinga ficou fechada durante toda a manhã desta quinta-feira (19). A paralisação das atividades faz parte de um protesto nacional dos bancários do Bradesco contra as recentes demissões que quebram o acordo firmado entre trabalhadores e o banco no início da pandemia do novo coronavírus. A atividade em Brasília contou com o apoio da Federação dos Bancários do Centro Norte (Fetec-CUT/CN).

De acordo com Paulo Frazão, diretor do Sindicato e bancário do Bradesco, “só nesta agência de Taguatinga, o banco demitiu três trabalhadores. Além de um desrespeito ao compromisso estabelecido com bancários e bancárias, o Bradesco desassiste a população, que enfrentará, em tempos de pandemia, demora no atendimento e filas enormes”.

Nos últimos dias, as manifestações online dos bancários do Bradesco colocaram a hashtag #QueVergonhaBradesco e #QuemLucraNãoDemite entre os assuntos mais comentados no Twitter. 

A ação faz parte da campanha organizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e sindicatos dos bancários, que denunciam a quebra do compromisso de não realizar demissões durante a pandemia, assumido pelo banco e pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) em mesa de negociação com o Comando Nacional dos Bancários.

O Bradesco já demitiu mais de 2000 trabalhadores este ano. Isso no mesmo período em que obteve lucro líquido recorrente de R$ 12,657 bilhões nos primeiros nove meses de 2020.

Da Redação com informações da Contraf-CUT


Notícias Relacionadas