Notícias

home » notícias

15 de Janeiro de 2021 às 21:14

Sindicato do Pará nas ruas em defesa do emprego no Banco do Brasil


A reestruturação que o Banco do Brasil vai implementar em plena pandemia, vai gerar mais de 5 mil demissões e fechamento de mais de 300 agências, duas delas em Belém: as agências Ver-o-Peso e Alcindo Cacela.

Por esse motivo, o Sindicato dos Bancários do Pará e a Contraf-CUT, representados por Gilmar Santos e Rosalina Amorim, respectivamente, reuniram nesta sexta-feira (15) com os bancários e bancárias dessas unidades para falar sobre essa reestruturação.

A equipe sindical esclareceu dúvidas do funcionalismo e falou sobre as ações políticas e jurídicas que a entidade está organizando para enfrentar a reestruturação. A categoria agradeceu a visita nas agências e retribuiu com muita disposição para lutar em defesa do emprego e dos direitos dos bancários e bancárias do Banco do Brasil.

“As visitas nas agências para esse diálogo direto com nossos colegas do Banco do Brasil são fundamentais para esclarecer sobre como estamos analisando esse projeto do governo e como estamos organizando nossa resistência através da luta sindical. Na próxima semana nós continuaremos com essa caravana nas unidades do Banco do Brasil da região metropolitana de Belém, para construirmos uma grande mobilização bancária contra a reestruturação e em defesa dos nossos direitos”, destaca o diretor do Sindicato e funcionário do BB, Gilmar Santos.

Fonte: Bancários PA


Notícias Relacionadas